Tecnologia financeira:  APD e a Garante debatem  questões de protecção de dados pessoais

Tecnologia financeira:  APD e a Garante debatem  questões de protecção de dados pessoais


Com  vista a  debater questões relacionadas com a proteção de dados pessoais no sector das  tecnologias financeiras (Fintech), o Administrador Executivo da APD , Paulo Pedro, acompanhado do Director do Gabinete Jurídico, Njunjulo António,   reuniu, no seu segundo dia de trabalho em solo italiano, com  a Garante, autoridade de protecção de Dados pessoais italiana.

Durante o encontro,  foram  discutidas algumas questões que afectam as tecnologias financeiras nos dias de hoje, tais como Big Data e cibersegurança, e analisar o impacto que as principais inovações introduzidas pelo Regulamento Europeu tiveram sobre os consumidores e os relatórios de crédito.
Na ocasião, e no âmbito da operacionalização e gestão das  Centrais Privadas de Informação de Crédito (CPIC )em Angola, os representantes da APD quiseram  ouvir como se processa a relação  legislação italiana  de proteção de dados e o papel do fiador, com particular referência à atividade de controle do sistema de crédito

A  reunião, facilitada pelo IFC( Grupo  Banco Mundial), contou a participação  de  representantes dos bancos centrais do nosso país(BNA)  e de outros  Estados (Argélia, Estados da África Central, Congo, Líbia, Marrocos, Tunísia, Ucrânia).
Em Itália , à semelhança de  Angola, a entidade reguladora das Centrais Privadas de Informação de Crédito é a autoridade de protecção de dados pessoais.


Voltar